Marcone Gonçalves

Sócio

Profissional com 27 anos de mercado, especializado em Assessoria de Imprensa e Comunicação Corporativa. Tem ampla experiência em alto assessoramento institucional, coordenação de estruturas complexas de comunicação e gestão de crises de imagem e reputação.

Entre as passagens mais relevantes, foi o profissional responsável pela concepção, estruturação e coordenação da Assessoria de Comunicação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Naquele órgão, atuou como Secretário de Comunicação Social, executando a assessoria estratégica de quatro sucessivos presidentes do Supremo Tribunal Federal (STF): Gilmar Mendes, Cezar Peluso, Ayres Britto e Joaquim Barbosa.

Corroborando a experiência em gerenciamento de assessorias de grande visibilidade – incluindo muitas situações de crise – atuou como Secretário de Comunicação do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Assessor de Imprensa do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Coordenador de Comunicação Interna do Banco Central do Brasil (BC), consultor em comunicação do Ministério da Fazenda e editor de publicações institucionais desse mesmo Ministério, Assessor-chefe de Comunicação da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República.

Entre 2013 e 2015, foi diretor de comunicação do Ministério da Justiça sob o comando do ministro José Eduardo Cardozo, período no qual ratificou a expertise no diagnóstico e resposta a situações político-midiáticas desafiadoras – em função de contextos como a Operação Lava-Jato, acirramento entre Executivo e Legislativo, crise institucional generalizada entre Poderes e recrudescimento do quadro econômico e social do país.

Nos anos de trabalho em redações de grandes veículos, trabalhou como repórter do Correio Braziliense, jornal O Globo, Jornal do Brasil e Jornal de Brasília.

Foi professor universitário durante oito anos na Universidade Católica de Brasília e no UniCeub, período em que se tornou referência técnica para vários profissionais de imprensa que hoje ocupam posição de destaque no mercado. Ainda na seara acadêmica, atualmente pesquisa sobre a adequação das políticas de Comunicação Social do Executivo, Legislativo e do Judiciário aos princípios contitucionais, tema de seu mestrado em Direito na Universidade Católica de Brasília.